Conheça o significado do termo “tático” muito além dos campos de futebol.

– O conceito de tático, em grego, taktikós; em latim, imperaroriae; em francês, tactique…

Os senhores estão anotando? A INVICTUS vai pedir isso na prova.

– Sim, senhor!

– Continuando…

Em inglês, tactical; em alemão, taktisch; em italiano, tattico; em espanhol, táctico…

Essa pequena paródia com o famoso trecho do filme Tropa de Elite, quando o personagem principal “aborda o conceito” de estratégia serve, de cara, para sabermos que tática e estratégia fazem parte de um todo, mas em hipótese alguma são a mesma coisa.

Hoje o blog INVICTUS aborda o conceito de tático. Uma expressão comum nos grupamentos policiais de elite que, por ser uma palavra de uso cotidiano, muitas vezes acaba ganhando significado incompleto ou pouco aprofundado. Vamos descobrir as diferenças entre tática e estratégia, e também conhecer os elementos, os porquês e funcionalidades de alguns instrumentos “táticos”.

1

Tática x Estratégia

Está em nosso vocabulário corriqueiro: tática esportiva, tática de venda, tática de mercado, tática até pra conquistar a simpatia ou admiração de pessoas. Mas quando se fala em “tático” do ponto de vista dos grupos policiais de elite, pouco se sabe explicar a expressão tão “óbvia” que batiza esses esquadrões. A gente trava: “ué, tático porque eles são táticos”. Não, isso não serve.

Apesar de diferentes, tática e estratégia caminham juntas. A estratégia é o macro, é o que abrange todo um objetivo a ser executado por meio de tarefas táticas. Por exemplo: a estratégia dos Aliados é sitiar Berlim. Então, para atingir essa grande meta, missões táticas fragmentadas e distintas irão compor uma ofensiva para fechar o cerco à capital alemã. Algumas divisões terrestres atacarão de norte a sul, leste a oeste; a divisão aérea se encarregará de bombardear núcleos inimigos a fim de danificar suas máquinas e enfraquecer suas tropas; e ao final teremos o vencedor da batalha, ou da guerra.

Enfim, estamos longe de ser um Sun Tzu ocidental, mas, didaticamente é isso.

Tático Policial

Treinados para gerenciar conflitos e grandes distúrbios, as polícias de elite, tanto militar quanto civil, possuem o tático como fundamento. Estes grupamentos trabalham em especialidades que vão desde rebeliões em penitenciárias, negociação e resgate de reféns até, o desarmamento de bombas.

Justamente pelos focos de suas atuações estarem sempre cercados de vidas, esses profissionais necessitam de extremo preparo, tanto físico quanto mental. Para lidar com as mais diversas situações, os policiais de elite treinam exaustivamente sem direito a erros, têm total conhecimento de suas estratégias adotadas e domínio de suas funções aplicadas na tática.

2

A instrumentação tática e seus diferenciais

Situações complexas necessitam de ferramentas especiais, e no mundo tático isso é levado à risca. É preciso saber que nesse ramo uma faca, por exemplo, não é apenas uma faca; uma lanterna não é só uma lanterna e assim por diante. É possível descobrir funções “invisíveis” em materiais desse meio. É como separar homens de meninos.

Vamos começar pelo básico: a vestimenta. Mas aqui fazemos parênteses para afirmar que a cor preta é a preferida do segmento, justo por ser discreta, não gerar reflexos e servir como camuflagem à penumbra, nas entranhas do submundo, onde a incidência criminal é mais aguçada.

Roupas táticas devem aguentar o tranco, por isso devem ser confeccionadas com materiais resistentes, ao mesmo tempo que leves e não abrasivos, já que operadores táticos estão em constante movimento. Outro detalhe que valoriza camisas, calças ou jaquetas táticas diz respeito aos bolsos e aberturas para facilitar o saque. Vestimentas táticas são espalhadas de compartimentos em regiões estratégicas que tornam o acesso aos suprimentos mais prático.

3

O que aos olhos do leigo pode parecer mera peça de design, para o tático é um elemento crucial em suas missões. No caso das mochilas táticas, o sistema MOLLE oferece a possibilidade de acoplagem de outros componentes numa cargueira mãe. A tecnologia modular já evoluiu ao longo da história militar e você pode saber mais aqui.

5

Em materiais táticos, tudo tem explicação. Seja no desenho ou na composição, tudo apresenta funções, algumas até bastante simples. Lanternas táticas, por exemplo, em geral possuem níveis de luminosidade, funções de S.O.S., e, inclusive de defesa pessoal, como a intermitência (estrobo), muito útil para desorientar o oponente. Além disso os tamanhos compactos e supercompactos também são levados em consideração por operadores. Aprofunde seu conhecimento em lanternas táticas aqui.

6

Assim como operadores, equipamentos táticos não possuem margem para falhas, o sucesso da empreitada pode depender da funcionalidade de um equipamento. A disponibilidade tática, eficiência e versatilidade desses instrumentos são preponderantes na hora do combate. As facas e canivetes, além de seguirem padrões de qualidade e resistência diferentes das comuns, acompanham bainhas específicas e, em muitos casos, apresentam diferentes tipos de corte em uma só lâmina. Saiba mais aqui.

7

No mundo tático é assim, amparado em preparo, não há missão que não possa ser superada por um guerreiro. Os operacionais treinam e se equipam com as melhores ferramentas táticas para complementar e potencializar suas abnegações pela vitória. Eles lutam com o desconhecido e aplicam seus conceitos exercitando a arte de enxergar o que os olhos comuns não veem.

Invictus

Esse espaço pertence àqueles que buscam conhecer o próprio instinto, àqueles que treinam sem temer ou subestimar o desconhecido; aos que perseguem sonhos com pés firmes no chão, aos que buscam no preparo físico e mental a melhor maneira de viver em equilíbrio e autocontrole. Aqui você vai encontrar todas as novidades do mercado tático, militar e outdoor, no Brasil e no mundo.